FANDOM


— No episódio anterior de Drama Total O Castelo Assombrado — Aurora mostra cenas do episódio anterior em seu telão. — Tivemos as olimpíadas submersas do castelo, e também o primeiro desafio aquático! — O telão mostra Law puxando a calça de Bo para baixo. — O esforço de Sakina foi em vão, já que as Borboletas perderam o desafio. — A cena onde Sakina pula do trampolim na última plataforma é vista. — Vicky foi votada para a dama de ferro, mas quando ninguém esperava, conseguiu encontrar um ídolo de imunidade, o que resultou na saída de Sakina, que foi a única a sair com a consciência limpa. — Será que as Borboletas vão continuar se equilibrando na competição com a saída de Sakina? Será que a câmera de May algum dia vai ser útil? Hoje teremos mais um desafio impulsivo, em DRAMA! TOTAL! O CASTELO ASSOMBRADO!

A cena muda para o quarto dos Golfinhos, onde todos estão cabisbaixos com o clima. Catherine está sentada na cama lendo um livro, Rocky está quicando uma bola de basquete na parede e May está deitada em uma cama analisando a câmera.

— Eu vou sentir saudades da Sakina... — May comenta, quebrando o silêncio. — ela não era como as outras Borboletas, parecia ser a única dali que tinha uma boa educação. É uma pena que nós não tivemos muita chance de interagir com ela... — Ela se levanta devagar e coloca a câmera escondida atrás do polvo de pelúcia.

— Não sei se vocês perceberam isso, mas ultimamente tá ficando cada vez mais difícil de interagir com os outros. — Rocky faz uma observação, enquanto parava de quicar a bola. — Eu nem tô conseguindo conversar com a Penny direito, e nós temos que mudar isso rápido, falta cada vez menos tempo pra fusão. — Ela disse, se levantando.

— Nós temos uma relação estável com os Gorilas, mas as Borboletas... — May disse, fazendo uma expressão de indignação. — Eu nem diria que a culpa é dos membros em si, mas sim da Vicky. Penny e Todd estão sempre juntos e de alto astral, não temos nenhum problema com eles, a Violette parece tentar ser uma cópia barata da Vicky, mas nós sabemos que ela só é persuadida.

— Por falar nisso... — Catherine marca a página do livro e o fecha em seguida. — Vocês sabem se as Borboletas já saíram do porão? O castelo tá mais silencioso que o normal hoje, isso é tão raro por aqui.

— Não, nós nem preparamos o café da manhã ainda. Depois eu acho que vou exercitar o físico um pouco, aquelas olimpíadas submersas me motivaram bastante. Eu particularmente não gosto muito de desafios de atuação, não é a minha praia. — Rocky disse, guardando a bola de basquete.

Dentro do porão, Violette dormia enquanto o resto do time discutia sobre sua situação atual.

— Ótimo, graças a incompetência de vocês nós perdemos o desafio, mais uma vez. A nossa sorte é que com a desistência de um membro dos Golfinhos, eles se igualam a nós em quantidade, o que quer dizer que nós ainda temos uma chance de dar a volta por cima. — Vicky disse, enquanto procurava sinal andando pelo porão. — Mas se vocês falharem, não terá outra vez.

— Nossa incompetência? Se você tivesse ouvido a Sakina e pulado da última plataforma junto com ela nós não teríamos perdido, era pra você ter ido embora, não ela. Você consegue se manter no jogo com a ajuda desse apetrecho, não por instinto. Acha que vai conseguir continuar distorcendo os áudios e as imagens das câmeras da Aurora por quanto tempo? Nem tudo aqui vai ser do seu jeito, e quanto mais rápido você entender isso melhor, para todos nós. — Todd disse, a encarando fixamente com um olhar ameaçador.

— Quer mesmo insistir nisso? Pelo que eu me lembre, enquanto Law e Luke arquitetaram uma estratégia de última hora de puxar as calças daquele nadadorzinho mequetrefe, você não fez nada além de ficar parado assistindo, além de ser o último a chegar até a superfície.  Você pensa mesmo que eu não sei o que está fazendo, Todd? — Vicky perguntou, o pressionando. — Desde o começo você omite as minhas trapaças, mesmo podendo comprová-las, e sempre me dá conselhos em estratégias aqui e ali, mas também sempre esteve ao lado da favelada e da indiana. Você joga dos dois lados, pega uma informação aqui e acolá, junta as duas e se safa. Esses são os seus "instintos"? — Ela pergunta, o deixando sem resposta.

— A questão não é essa e sim que você é suja, o seu jogo é sujo e o seu ego é maior que tudo. Até a Sakina que é a pessoa com a personalidade mais estável que eu já conheci perdeu a paciência contigo garota, e a Violette é a próxima, ou tu acha que por causa da personalidade ingênua ela nunca vai acordar? Não adianta vir com ameaças Vicky, o circo tá fechando pro seu lado, por enquanto cê tem a Violette, mas quando ela descobrir quem tu é de verdade nós vamos estar em maioria, aí já vai ser tarde. — Penny disse intimidadoramente, se juntando a conversa.

Vicky bufa e a cena muda novamente, agora para o quarto dos Gorilas.

— O Bo já voltou aqui duas vezes, e mesmo assim nós não tivemos chance de interagir com ele... — Pepper disse, tentando amenizar a situação do quarto. — O que cê acha dele, cajuzinho? — Ela pergunta para Luke, que estava encolhido no canto do quarto com os braços segurando as pernas.

— Se você está tentando chamar a atenção dele, não vai conseguir. — Vandella se pronunciou, mas mesmo assim não desviou a atenção de seu bloco de notas.

No confessionário — A Pepper tem uma certa dificuldade em compreender relacionamentos fraternais... — Vandella diz com a mesma expressão mórbida e o confessionário acaba.

— O que cê tá fazendo, Ella? — Pepper pergunta, animada. A cena muda para o confessionário. — Eu sempre quis ser amiga da Vandella, como alguém consegue ser tão sinistra e macabra sem perder a pose? Eu escondi isso o tempo todo, afinal, o que os Senhores Delgado iriam pensar de quem se humilha em TV mundial?  — Pepper cora de vergonha e o confessionário acaba.

— Anotando. Eu gosto de fazer algumas observações das coisas ao meu redor... — Ela respondeu ainda sem desviar a atenção do bloco de notas, com o mesmo tom mórbido e lento, além de pausas frequentes.

— Damian, tudo bem aí? — Pepper pergunta preocupada enquanto olha para Damian, que está apertando os travesseiros com força e não move nenhum músculo.

— A Vicky de biquíni... — Ele fala corado e em um tom baixo, permitindo com que apenas o mesmo escute. — Ela se parece com a escultura de um anjo... — Ele começa a apertar o travesseiro com mais força enquanto o arrasta para perto de sua boca.

— Tá, isso é estranho... — Pepper comenta para si mesma.

Mais tarde, a voz de Aurora soa pelos alto-falantes. — Atenção, todos os competidores! Atenção, todos os competidores! Dirijam-se imediatamente ao elevador da entrada principal. Obrigada pela atenção! — Os alto-falantes se desativam e todos os competidores chegam na entrada sem demora, ficando perto dos outros membros de sua equipe.

— Por que nós estamos aqui mesmo? — Luke pergunta, com os braços cruzados.

— Boas notícias! O elevador não está mais interditado, está funcionando perfeitamente. E com isso nós podemos concluir o nosso desafio de hoje. Eu vou guiá-los até uma ala do castelo que não lhes foi mostrada até agora. — Aurora disse contente, com os braços abertos.

As equipes se dividem e sobem as escadarias, enquanto os meninos dos Gorilas se juntam as Borboletas, as meninas se juntam aos Golfinhos, e um pouco antes de chegarem ao elevador, May e Vicky cruzam olhares ameaçadores uma para a outra, aumentando a tensão.

— Não tinha como arranjar um elevador mais espaçoso? — Pepper perguntou enquanto tinha dificuldades para entrar, até ser empurrada por Vandella, que o fez sem demonstrar emoções.

— Eu vou trocar de lado Aurora, não estou com gosto de ficar olhando para a cara de certas pessoas... — May disse enquanto mudou de lado do elevador, se afastando de Vicky. Rocky fez o mesmo mas Vicky a derrubou com o pé.

— Não acredito que você teve coragem... — Rocky disse furiosa e foi até a direção de Vicky tirar satisfações, mas foi arrastada pelos braços por Catherine e May.

— Ei, o que você está fazendo? — Aurora perguntou, horrorizada com a situação.

— Ela me derrubou, de propósito. — Ela disse apontando para Vicky enquanto se mexia com mais força, e Catherine e May se esforçavam cada vez mais para contê-la.

— Eu? — Vicky perguntou com uma voz ingênua e uma expressão assustada, chegando a colocar as mãos na boca. — Mas eu nem saí do lugar, o elevador está lotado, como você pode ter certeza de que fui eu? — Ela pergunta enquanto atua, fazendo uma voz trêmula e uma expressão como se estivesse prestes a chorar.

— Eu não quero saber de brigas enquanto eu estiver aqui, e se insistirem nisso as duas serão punidas. — Aurora disse com autoridade e colocou as mãos na cintura. Rocky suspirou e continuou encarando Vicky do canto. — Chegamos ao nosso destino! — Ela disse animada, enquanto os competidores iam saindo do elevador aos poucos.

— Mas não tem nada aqui além de espelhos. — Damian comentou, confuso.

— Bem-vindos à sala de simulação do castelo! — Aurora usa o touch screen e liga um projetor que sai do teto, ele espelha um deserto na sala e apertando no menu de sons ativa o som de vento soprando continuamente, deixando todos os competidores surpresos. — Cada equipe tem sua própria escultura, baseada em deuses egípcios. Exatamente, o desafio de hoje envolverá mitologia egípcia!

— Minha filha, não precisa ficar ostentando na nossa cara a cada desafio que você tem teatro, piscina, sala de simulação ou qualquer outra coisa, nós sabemos que você é rica. — Penny comenta com os braços cruzados e Aurora bufa.

— Esse desafio seria mais fácil se a Sakina estivesse aqui, ela entende sobre culturas e tradições muito mais do que a gente. — Violette fala e leva uma cotovelada de Vicky.

— Gorilas Monstruosos, o de vocês é Rá, uma das principais divindades da religião egípcia. — Aurora disse enquanto entregava uma fotografia da escultura para Pepper. — Golfinhos Sábios, vocês ficam com Anúbis, deus dos mortos e moribundos. — Ela disse enquanto entregava a fotografia para Rocky.

— Na verdade, Anúbis foi o deus dos mortos mais importante até o Império Médio, Osíris passou a ter a função de deus primordial dos mortos, sendo que Anúbis tinha cargos menores, como o preparo do corpo e embalsamento dos mortos. — Troye comentou e foi silenciado por Aurora.

— Borboletas Deslumbrantes, vocês ficam com a estátua de Ísis, a protetora da natureza e da magia. — Ela disse enquanto entregava a fotografia para Vicky. — Cada equipe deverá encontrar a sua estátua, que está separada em arredores do castelo como peças de um quebra-cabeça e juntá-las. A primeira equipe a terminar vence. — Ela toca no ícone de buzina na tela e os times se separam.

— Espera, nós vamos ter que ficar saindo e entrando ao mesmo tempo no elevador depois de corrermos pelo castelo? — Logan pergunta preocupado.

— É claro que não, aquilo foi só pra dar um clima. Agora vão! — Aurora disse batendo palmas.

— Você por acaso tem alguma noção de que direção nós estamos seguindo? — Rocky pergunta desconfiada, enquanto segue Troye junto com as outras.

— Por enquanto é só um palpite, mas acho que sei onde as peças estão escondidas... Creio que May tenha pensado a mesma coisa. — Troye disse enquanto olhava para May com um sorriso confiante.

— Tenho certeza que sim... — May respondeu com um sorriso amigável. — É só raciocinar: Anúbis foi o deus dos mortos mais importante até o Império Médio, onde as peças dele poderiam estar escondidas? Provavelmente Aurora as enterrou no porão, fazendo uma analogia ao título de deus dos mortos, já que lá é escuro e empoeirado. — Ela acrescentou e Troye balançou a cabeça concordando.

— Gente, eu concordo com esse ponto de vista, mas acabei de pensar em outra coisa. Eu vou para a biblioteca, vão em direção ao porão que eu encontro vocês lá depois. — Catherine disse, se separando do grupo e correndo em direção a biblioteca.

A cena muda para o jardim.

— Por que nós viemos pra cá? — Violette pergunta sem entender nada enquanto Vicky distribui pás para todos. — Isso serve pra quê? — Ela pergunta e bate com a pá na própria cabeça.

— Se lembram do que a Aurora falou? — Vicky pergunta enquanto levanta a pá. — "A protetora da natureza", o único lugar com mais plantas do que aqui é o quarto dos Gorilas, e eu tenho certeza de que as peças não estão escondidas lá, então comecem a escavar agora. — Ela ordenou enquanto começou a escavar, sujando Violette de terra.

— O gazebo! — Penny e Todd disseram ao mesmo tempo e correram em direção ao gazebo, deixando Vicky sem entender nada.

— Como eu suspeitava, a Aurora não teria o trabalho de separar todas as peças, estão todas aqui. — Todd disse enquanto se agachava para olhar debaixo da mesa do gazebo.

— Nós não vamos carregar isso tudo até a sala de simulação sozinhos, então é melhor as duas ajudarem ao invés de ficarem com medo de sujar a roupinha. — Penny disse enquanto carregava as peças lentamente para fora com a pá.

— Tem que ter alguma coisa aqui que nós possamos usar como suporte pra carregar essas peças... — Vicky disse com as mãos na cintura enquanto olhava para o jardim, tentando encontrar alguma coisa. — Rápido, coloque as peças aqui! — Ela disse enquanto colocava um jarro vazio no chão e Penny esvaziou a pá dentro.

— Esse vai ser o desafio mais fácil que nós já ganhamos. — Todd disse animado, enquanto carregava o jarro até a entrada do castelo sem esperar as outras. — A propósito Vicky, onde você arranjou essas pás?

— Isso não é da sua conta. Você já conferiu se todas as peças estão aí dentro?

— Eu já disse, a Aurora não ia ter o trabalho de separar uma por uma pelo castelo e deixou todas emboladas. Ela deve ter achado que só os Golfinhos iam entender a relação entre a descrição e o deus egípcio e assim ia terminar o desafio mais rápido.

As Borboletas se apressam e Violette continuou pensando no que iria fazer com a pá até ser arrastada por Vicky. A cena vai para a biblioteca, com Catherine entrando com a respiração ofegante e sentando em uma cadeira.

— O que vocês estão fazendo aqui? — Ela pergunta assustada ao perceber que todos os Gorilas já estavam lá e com uma pilha de livros colocada em uma das mesas.

— O que você acha que nós estamos fazendo? Procurando a peça nos livros, é claro. — Luke responde com ignorância.

— Mas vocês não ficaram com Rá? Então vocês deveriam est... — Catherine foi puxar um livro que chamou sua atenção por ser maior que os outros e acabou abrindo uma passagem secreta e parando em um lugar escuro e empoeirado.

— Vocês viram isso? — Damian perguntou assustado enquanto apontava para a direção que Catherine estava antes de cair. — Foi só ela puxar aquele livro e a estante se mexeu, SOZINHA!

— Não, a única coisa que ela fez foi pux... — Vandella simulou os passos de Catherine e acabou caindo no mesmo lugar, mas ao contrário de Catherine que gritou apavorada enquanto se esperneava, Vandella caiu naturalmente sem demonstrar nenhuma emoção.

Um confessionário com Vandella é exibido por alguns segundos, totalmente em silêncio. Vandella cai em cima de Catherine e as duas se levantam e olham ao redor, várias entradas aparecem mas elas decidem seguir pela esquerda.

— Você acha que nós já encontramos tudo ou ainda falta alguma coisa? — May pergunta com dificuldade de carregar as peças.

— Acho que sim, pelo menos eu já contabilizei os pés, as pernas, a cintura, o torso e a cabeça. — Troye disse enquanto ia contando as peças. — Eu só não consigo entender porque a Aurora não teve o trabalho de esconder as peças em algum lugar mais difícil, ou pelo menos deixar elas separadas.

— Cara, isso é ótimo, nós devemos ter sido a primeira equipe a terminar! — Rocky comenta com ansiedade e May coloca as peças em um carrinho de mão guiado por ela. — Mas realmente, deve ter alguma pegadinha por parte da Aurora, e mesmo que não tenha ela vai compensar isso no próximo desafio.

No confessionário — Se eu escondesse as peças em lugares separados eles iriam reclamar que teriam que dar várias voltas e até andar em círculos, se eu coloco todas juntas eles se queixam que foi muito fácil de encontrar. Será que esse povo não se contenta com nada? — Aurora pergunta irritada e o confessionário acaba.

— Acho melhor nós procurarmos pela Cathy, ela não voltou até agora, e mesmo que a Aurora não tenha dito nada sobre não poder montar a estátua sem a equipe completa nós nunca deixaríamos um de nós para trás... e também, vocês sabem que ela é bastante rígida em relação aos desafios, se lembram do que aconteceu com o Todd no RPG? — Troye comentou enquanto se levantava.

— Eu procuro por ela. Antes de correr ela tinha dito que iria para a biblioteca, vão para a sala de simulação que eu e a Cathy encontramos vocês lá depois. — May se ofereceu e saiu andando em direção a biblioteca.

A cena muda para a sala de simulação.

— Aonde estão as outras peças? Tenho certeza de que tem alguma coisa faltando. — Vicky disse enquanto colocava a fotografia da escultura entregada por Aurora ao lado da escultura construída e tentava encontrar os erros.

— Não tem mais peças, nós já usamos todas. — Penny respondeu de forma leviana.

Os Gorilas chegam na sala de simulação ao mesmo tempo, fazendo um barulho estrondoso e carregando várias peças.

— Parabéns, Todd! — Vicky diz em um tom amigável, com um sorriso enquanto aperta a fotografia com cuidado. — Por ser um inútil. — Ela muda para um tom grosseiro e entrega a fotografia para Violette. — Você esqueceu de pegar as outras peças, e eu ainda mandei você conferir se estavam todas aí antes de nós entrarmos. — Ela disse com as mãos na cintura.

— Então... Sobraram algumas peças na biblioteca, nós já checamos todas e nenhuma delas é da estátua de Rá. — Damian disse enquanto piscava discretamente para Vicky, que correspondeu com uma expressão maliciosa e saiu correndo arrastando Todd pela mão.

— Espera, podem parando por aí! Eu só aceito o time completo! — Aurora cruza os braços e os encara demonstrando soberania.

— Mas nós não sabemos onde a Vandella foi parar... — Damian tentou dialogar, mas Aurora parecia não se importar. A cena pula para a entrada principal.

— Essa parede está alguns diâmetros afastada das demais. É bem perceptível que não foi por uma questão de decoração, e também não acho que tenha sido intencional dar um charme ao castelo devido à época em que ele foi construído. Isso quer dizer... — May puxa para baixo o candelabro ao lado de Aurora, revelando uma passagem secreta. — Tão previsível.

Todd e Vicky correm em direção a biblioteca e decidem fazer uma pausa em frente ao teatro devido ao cansaço. Vicky diz estar escutando passos e vai conferir. Todd se distrai por alguns minutos e uma mão o puxa para trás das cortinas, tampando sua boca e impedindo que seus gritos sejam escutados por Vicky.

— Cathy? — May pergunta perplexa ao flagrar Catherine e Vandella aos beijos, escondidas no canto da sala, que se parecia com um armazém abandonado, com várias mercadorias em bom estado.

— C-Como você sabia que nós estávamos aqui? — Catherine perguntou assustada e gaguejando, se afastando de Vandella.

— Eu te procurei na biblioteca mas lá só tinha vários livros no chão e peças colocadas em uma mesa, eu dei voltas pelo castelo inteiro e você não estava em lugar nenhum, então achei essa passagem secreta. Eu não sabia em qual das entradas você estava, então prendi a respiração e deixei minha audição me guiar. — Ela explicou, ajudando Catherine a se levantar. As duas foram em direção a sala de simulação com Vandella indo atrás com a mesma expressão mórbida, como se nada tivesse acontecido.

— Onde o Todd está? — Penny perguntou ao perceber que Vicky tinha voltado com as peças, porém sozinha.

— Ele desapareceu. Eu mandei ele me esperar enquanto eu checava pra ver se não tinha ninguém nos observando no teatro e quando eu voltei ele não estava mais lá, então peguei as peças sozinha porque achei que ele já tinha voltado. — Ela disse enquanto deixava as peças restantes no chão.

— Se nenhum dos membros que ainda não voltaram chegarem aqui até o fim do desafio, a vitória será dos Gorilas, por serem os primeiros a chegar com todas as peças. — Aurora disse enquanto cruzava os braços, colocando todos sobre pressão.

— Não vai precisar, nós estamos aqui! — May disse enquanto chegava com Catherine e Vandella, fazendo com que os Golfinhos e Gorilas comemorem, e deixando Penny chocada.

— Pelo que parece, os vencedores já estão definidos, e são os Golfinhos! — Aurora diz em um tom aliviante. — Borboletas, vocês foram a única equipe em que o membro não voltou, então Todd está automaticamente eliminado. Pelo outro lado, nenhuma das equipes irá dormir no porão, mas só dessa vez.  Isso é tudo por hoje em Drama! Total! O CASTELO ASSOMBRADO!  

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória